sábado, 4 de maio de 2013

Cabelos coloridos: como tingir os fios sem detoná-los





Rosa, azul, roxo, verde, lilás… não há limites para as cores que você pode pintar os cabelos. Muitas celebridades como Demi Lovato e Katy Perry já adotaram cores diferentes para os seus fios, e além de acharmos o resultado superlindo, ficamos com muita vontade de arriscar e tingir os fios também.


Mas antes de sair por aí passando qualquer coisa no cabelos para mudar a cor, é bom ficar bem atenta aos “probleminhas” que podem rolar no meio do caminho: a cor final pode ficar um pouco diferente do que você imaginava se o procedimento não for feito corretamente. Os fios também podem ficar bem ressecados. Tingir os cabelos de cores como rosa e roxo, por exemplo, detona os fios porque até chegar a essa tonalidade você tem que descolorir o cabelo o máximo que puder. Tem que fazer uma coloração e descoloração mais fortes e isso faz o cabelo perder muito lipídio.
Mas calma, não é preciso desistir da ideia de pintar os cabelos! O ideal é que a você faça reconstruções após a coloração. Intervalo de 3 reconstruções com 2 nutrições para recuperar a fibra.
O custo para conseguir um resultado legal é o mesmo de uma coloração comum. Mas a manutenção e o tratamento para deixar os fios saudáveis é o que acaba saindo mais caro. As cores mais diferentes, chamadas de “cores fantasia”, tendem a despigmentar muito rápido. Então você vai precisar retocar a tinta no máximo de 15 a 20 dias. Lembrando também que não adianta jogar a tinta diretamente no cabelo. Não vai fixar a cor e vai maltratar os fios.
Atenção! Se você já fez alisamento, o melhor é não tentar radicalizar nas cores do cabelo. O alisamento não tem afinidade com descoloração, com isso pode quebrar muito os fios.

Pronta para escolher sua nova cor? Mil Beijooos' 

Nenhum comentário:

Postar um comentário