terça-feira, 3 de setembro de 2013

Qual é o melhor tratamento para as estrias?

Depende do seu tipo de estria. Aprenda a identificar as suas e veja o jeito certo de acabar com elas.


A primeira coisa a ser observada é a cor da sua estria. As estrias vermelhas, mais recentes, são um pouco mais fáceis de ser tratadas. As brancas - que são as mais antigas - exigem tratamentos um pouco mais intensos ou mais longos.
Estrias são como cicatrizes que se formam nas camadas mais profundas da pele. Elas aparecem quando a pele estica tanto que acaba se rompendo. Ou seja, quando você cresce ou engorda muito rápido. Se elas te incomodam muito, a hora certa de tratar é agora, já que os tratamentos estéticos exigem um tempo longe do sol.

Observe a cor das suas estrias e veja como tratá-la:

Estria vermelha
O melhor tratamento é a combinação de carboxiterapia + peeling corporal ou laser fracionado + peeling corporal. "Dependendo do caso, pode ser feito a combinação com os três tratamentos", explica Jennifer Rocco, consultora da Onodera. A carboxiterapia funciona assim: com uma agulha bem fina, aplica-se dióxido de carbono. Essa substância é vasodilatadora, ou seja, aumenta a quantidade de oxigênio na região e isso melhora o aspecto da pele. As sessões tem que ser semanais. O peeling corporal, feito a cada 15 dias com um aparelho que provoca a microdermoabrasão na pele, machuca a pele para depois forçar a sua cicatrização. Já o laser fracionado é um aparelho com uma ponteira que, ao entrar em contato com a pele, "mata" as células mortas da pele e estimula o surgimento de novas no lugar, processo que deixe a pele lisinha. Como esse tratamento é mais invasivo, só pode ser feito uma vez mês. Em média, a sessão de carboxiterapia e o peeling custam R$ 200 e a de laser, R$ 450. O número de sessões necessárias dependem do paciente e os efeitos demoram, em média, um mês para aparecer. 

Estria branca
No seu caso, é preciso fazer o peeling corporal associado com o laser. O peeling já não resolve mais. Como suas estrias são mais antigas, provavelmente vai ser necessário um número maior de sessões. Mas nada de desanimar, hein?

Estrias não podem ser motivo para você ficar escondida debaixo de shorts ou sofrendo horrores na frente do espelho. Se elas são um drama na sua vida, procure um dermatologista e veja o melhor tratamento para o seu caso. Combinado?

2 comentários:

  1. Nossa adoreeei a dica..
    sei que seu blog já passou de 200 seguidores mas
    Indiquei ele para ganhar o selinhos
    de conteúdos versáteis e interessantes,
    de uma passadinha lá no blog pra ver,
    http://wwwcarollima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir