quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Fazer faculdade no exterior é solução?

Saiba que fazer uma faculdade em outro país não é coisa de outro mundo!




Se você está com várias dúvidas sobre se pode ou não fazer uma faculdade fora do País, pode ficar tranquila que vou acabar com todas elas. Hoje em dia, fazer um curso de graduação em outros países não é nada tão complicado assim. As grandes universidades gringas têm planejamento para receber alunos estrangeiros e até conceder bolsas de estudos de acordo com as notas do aluno no ensino médio. Dá só uma olhada nas nossas dicas para você embarcar nessa!

Faculdades estrangeiras
Se você decidiu mesmo estudar fora do Brasil, o próximo passo é escolher o país e a faculdade que quer ingressar. Primeiro, vale pensar que cada país tem uma época de matrícula. Por exemplo, nos Estados Unidos, as aulas começam em agosto, assim como na Austrália e no Canadá. Já no Reino Unido, França e Alemanha as aulas têm início em setembro. Para todos os casos, o processo deve começar entre um ano e seis meses antes da data. Outra coisa muito importante é saber se a faculdade que escolheu é realmente boa. Há rankings internacionais de qualidade de ensino que mostram quais instituições são mais bem reconhecidas.

A escolha dos cursos
As matérias que podem ser cursadas geralmente constam no site das universidades. Você também precisa entender que o sistema educacional estrangeiro é diferente do brasileiro. Na maioria dos cursos, há um ano chamado de “foundation year”. É um período de adaptação para que você se prepare para acompanhar o ritmo das aulas. Por isso, exige um comprometimento maior do aluno. É você quem vai montar seu currículo e isso requer responsabilidade para saber o que é melhor para sua educação. Quando o estudante volta ao Brasil, depois de realizar um curso superior, ele precisará fazer um procedimento de revalidação do diploma expedido no exterior. Essa revalidação deve ser solicitada nas universidades públicas brasileiras que ofereçam um curso igual ou similar ao cursado no exterior.

Bolsas de estudo
Já imaginou fazer o curso dos sonhos com bolsa de até 50%, incluindo acomodação e alimentação? Essa possibilidade existe, sim! Se você tem aptidão para alguma modalidade de esporte, como futebol ou vôlei, pode pedir na universidade uma bolsa para cobrir uma parcela das despesas. Também existem as bolsas por histórico escolar. Se você teve um bom desempenho nas notas durante os três anos de ensino médio, também poderá conseguir um desconto.

Como ir
O processo para se inscrever não é burocrático, mas exige documentação que comprove nível de inglês avançado (mínimo IELTS 5.0), um bom desempenho acadêmico durante o ensino médio, além de cartas de referência que sempre podem ajudar. Você também precisará reunir todos os documentos escolares e traduzi-los para a língua do país da faculdade. Cartas de recomendação de professores e orientadores são sempre um a mais. É possível abordar a escola diretamente ou utilizar uma agência de intercâmbio para isso. Comissões de alguns países também fazem essa orientação, como EUA (educationusa.org.br), Inglaterra (educationuk.org), França (brasil.campusfrance.org) e Canadá (educationau-incanada.ca).

Quanto custa

Nos Estados Unidos, a média anual é algo em torno de R$ 60 mil. O preço inclui acomodação e alimentação no campus. Na Inglaterra, a anuidade varia entre R$ 10 e 30 mil. Em outros países, como Alemanha e França, o estudo é subsidiado pelo governo, o que pode diminuir consideravelmente os custos, principalmente para aqueles que possuem cidadania europeia.

2 comentários:

  1. Oi flor, passei pra conhecer seu blog e adorei.
    Já estou seguindo e ficarei muito feliz que siga o meu tb.
    Te convido para participar do SORTEIO no meu blog com esmaltes da nova coleção da Avon e cuidado para suas unhas!
    Beijinhos
    Participe do Sorteio|Blog Jana Nogueira| Fanpage| Twitter| Youtube

    ResponderExcluir